Newsletter
Receba novidades, direto no seu email.
Assinar
Mercado
Mercado 26 de dezembro de 2023

Tendências em logística para supermercados em 2024

Especialistas destacam a importância do planejamento, uso de ferramentas certas, integração e abastecimento

A integração da cadeia varejista e o uso de dados nas operações estão entre as principais tendências em logística para os supermercados. Junto a isso, soma-se a parceria cada vez mais estreita entre as redes varejistas e seus fornecedores para que o abastecimento das lojas não sofra impacto.

LEIA TAMBÉM

De acordo com Artur Motta, professor do núcleo de Varejo da ESPM, garantir o serviço de entrega mais eficiente e o gerenciamento de estoque aprimorado é um dilema para todos os varejistas. ”Além do básico, que é o uso de dados, é preciso ter planejamento e usar as ferramentas certas. Muitos varejistas pecam em não ter mais conversas que fortaleçam a parceria com seus fornecedores, que também depende de produção, abastecimento e entrega”, explica.

Entre as tecnologias inovadoras que podem aprimorar os processos logísticos, Motta acredita que a primeira delas é o uso de dados. “Hoje, com Big Data e IA as empresas têm previsibilidade melhor e relacionam dados estruturados e não estruturados. Muitas já utilizam robôs no estoque e no abastecimento. Existem muitas tecnologias que, no Brasil, ainda são pouco exploradas”, avalia o professor do núcleo de Varejo da ESPM.

Integrado e abastecido

Para Denny Mews, CEO Cargon, empresa de logística com soluções para a indústria, aprimorar os processos logísticos depende da integração entre empresas e fornecedores. “Uma vez que temos dados, podemos trabalhar com IA, machine learning. O problema é que muitas empresas buscam aplicar IA antes de ter os dados, e não funciona assim. Como a logística ainda engatinha no processo de digitalização, primeiro é preciso estar integrado”, diz.

Segundo Artur Motta, a logística pode ser ajustada para melhorar a satisfação do cliente considerando, por exemplo, o abastecimento de loja. “O abastecimento é fundamental porque nenhum cliente gosta de ruptura. Assim como a caducidade, ou seja, produtos perto da validade. Além disso, o serviço de entrega dos supermercados pode ter mais qualidade, como uso de embalagens corretas, prazos respeitados e adequados ao consumidor”, afirma. “É muito importante para os fornecedores e clientes ter clareza e informação correta. Se a previsão é chegar no dia 10, que chegue no dia 10. Caso contrário, avise”, completa Denny Mews, CEO Cargon.

Comentários(1)
Jorge Luiz Piassentini
04 de abril de 2024 às 19:00

Ministro treinamentos de implantação de dados em sistema e gestão dos processos, a tese descrita acima, é a pura realidade. Parabéns, jorge.piassentini

Responder
Deixe seu comentário