A Evino, maior empresa de e-commerce de vinhos da América Latina, anunciou no final de 2021 a aquisição de 100% da maior importadora e distribuidora de vinhos premium do Brasil, a Grand Cru, e divulga uma novidade: a criação da holding. A nova união funda o maior grupo de varejo de vinhos importados do Brasil. A holding deve faturar cerca de R$ 800 milhões em 2022, com 20 milhões de garrafas vendidas.

As marcas continuarão com suas operações de maneira complementar, mas com a soma das expertises, visando a melhor e mais completa experiência para os consumidores. Dessa maneira, as empresas Evino e Grand Cru se manterão apartadas sob a ótica do consumidor, mas juntos em eficiência no âmbito corporativo.

Alexandre Bratt foi nomeado CEO para liderar a holding e conduzirá o grupo para seus próximos desafios. Os fundadores da Evino, Ari Gorenstein e Marcos Leal, passam a fazer parte do Conselho Administrativo e ainda acumulam funções de Special Advisor e CTO Interino, respectivamente.

“A fusão das empresas e, consequente, criação da holding representa um projeto ousado de expansão nacional e ampliação da capilaridade de atendimento aos clientes B2C e B2B, on e offline. Ela será o centro corporativo, com Evino e Grand Cru se mantendo como marcas líderes de mercado em seus segmentos e seguindo suas operações com suas próprias expertises. Como um todo, buscaremos por mais inovação, melhores experiências de consumo e atendimento para os clientes. Sem dúvida, temos o melhor portfólio de vinhos, espumantes e drinks em latas e muitas novidades que ainda virão. É apenas o começo de uma grande história”, afirma Alexandre Bratt.

A holding tem previsão para conclusão dos processos de branding e integração até março de 2022 e conta com a abertura de 35 novas lojas da Grand Cru em todo o território nacional. Ainda para esse ano, está previsto o lançamento da primeira unidade da Evino em um ponto físico.