Newsletter
Receba novidades, direto no seu email.
Assinar
Especial
Especial 26 de junho de 2024

Para ditar o ritmo das compras

A trilha sonora ambiente é determinante para regular o humor do shoppper, influenciando até mesmo no ticket médio do estabelecimento

Algumas situações são tão sutis que agem no subconsciente das pessoas. Um desses fatores é a música, um recurso que faz a diferença até mesmo para a experiência de compra do consumidor. A trilha sonora do estabelecimento é capaz de influenciar no comportamento do shopper e até mesmo regular o humor de quem compra.

LEIA TAMBÉM

Isto porque o som escolhido para acompanhar a jornada de compra é capaz de tornar o ambiente mais agradável; deixa os consumidores mais à vontade; faz com que os clientes permaneçam mais tempo dentro da loja e permitem uma maior identificação dos clientes com a marca. Outras possibilidades ainda são uma maior lembrança do estabelecimento, a criação de uma memória emocional e afetiva, além de reduzir a sensação de tempo nas compras.

Todos esses fatores são capazes de influenciar na decisão de compra, já que ajudam na fidelização dos clientes. A trilha ainda aumenta o ticket médio do cliente; diferencia a loja da concorrência e até mesmo deixa os funcionários mais motivados e animados.

De acordo com Nayara Santos Moraes, analista de Marketing da Listenx, a escolha das músicas que vão tocar no local devem sempre ser feitas com intenção, de acordo com o propósito daquela marca, com seu conceito, público alvo e principalmente respeitando as diferenças de energia e clima que ocorrem ao longo do dia. "Se a ideia da marca é fazer com que a experiência dentro do Supermercado seja um momento de tranquilidade para as compras, então é importante usarmos músicas tranquilas, versões mais calmas que o público possa reconhecer, mas que a batida não incomode nem acelere o processo de compra dele", aconselha.

E claro, o sistema de áudio pode ser utilizado de diferentes maneiras, como na inclusão de anúncios de ofertas, fazer a organização do estacionamento divulgando a placa dos carros, conseguir chamar um colaborador para comparecer em algum departamento e também fazer anúncios institucionais.

O varejista que não sabe como começar a inclusão das músicas pode começar com uma pesquisa pelo gosto musical do público-alvo. Consultar a especialistas em marketing sensorial também será de grande auxílio para entender como ditar o ritmo. Criar uma playlist para cada momento do dia é uma atividade que agiliza a utilização e, claro, observe o comportamento do público e faça os ajustes para encontrar o tom certo deste recurso.

Acesse o Especial do Mês de junho e confira todas as notícias sobre: Tendência de Mercado

Deixe seu comentário