Notícia Lancamentos 16:55 - 14 de maio de 2021

Inspirado no tradicional queijo Gorgonzola itaiano, a Lac Lélo lançou recentemente o Queijo Azul, em todo o País, com a qualidade típica da categoria de queijos especiais, mas com o desafio de oferecer o melhor custo e benefício para o consumidor, que neste período de pandemia tem se permitido experimentar novos sabores. 

De acordo com o bate-papo da SuperVarejo com Edson Martins, vice-presidente comercial da UltraCheese - platafoma detentora das marcas Cruzília, Búfalo Dourado e Itacolomy, além da Lac Lélo -, o Queijo Azul tem muitas peculiaridades, começando pelo nome, inspirado na maturação de no mínimo 35 dias, com o mofo nobre, importado da França, o Penicillium Roqueforti, que proporciona uma massa mais macia, com sabor ligeiramente salgado, textura quebradiça, e é responsável pelos veios azulados. Excelente para o uso gourmet, esse tipo de queijo pode ser utilizado para o preparo de molhos e massas especiais ou degustado como aperitivo, harmonizando facilmente com vinhos tintos e frisantes.

"Atualmente, o Brasil é o terceiro maior mercado consumidor de queijos no mundo, conforme aponta a Associação Brasileira das Indústrias de Queijo (ABIQ), o que revela grande potencial de crescimento para o setor em território nacional", afirma Martins (foto à esquerda). "Isso amplia nossas oportunidades e permite oferecer ao consumidor um produto como o Queijo Azul, que abre as portas do consumo nesta categoria de especiais", acrescenta.

À venda em todo Sul do País, o queijo também promete ser porta de entrada para os interessados em vender queijos gourmet. "Dados apontam que o crescimento do consumo de queijo no Brasil é de 2% a 3%, mas algumas linhas de queijo especial chegam a crescer mais de 20%. No segmento de queijos, quando um cliente faz descobertas gastronômicas, a mudança é geralmente definitiva. Neste cenário de busca por experiências, lançamos um produto extremamente qualificado, saboroso, com valor que cabe no bolso e que funciona como uma porta de entrada para quem está ingressando no mundo dos queijos", completa o executivo.

Curiosidades

Mas por que um queijo tão semelhante ao gorgonzola, como o Queijo Azul, recebeu este nome? Em 2000, a Denominação de Origem Protegida determinou que apenas os queijos feitos em uma certa região do Norte da Itália poderiam ser chamados de gorgonzola. 

Então, por mais que os queijos criados antes dessa determinação pudessem seguir utilizando o termo, ficou estabelecido que os queijos maturados por fungos azul-esverdeados, fabricados no Brasil, a partir daquela data, deveriam ser chamados de queijo azul. "O nome mudou, mas as características marcantes e peculiares permanecem", assegura Maria do Céu, consultora e especialista em queijos do Grupo UltraCheese.


Veja também