Notícia 15:58 - 11 de julho de 2019

A cooperativa de laticínios Itambé passou oficialmente ao controle da Lactalis na última quarta-feira (10/07), após dois anos de negociações. A aquisição de 100% do capital da empresa pelo grupo francês foi possível a partir de acordo com o grupo mexicano Lala, controlador da Vigor, que encerrou a disputa pela marca mineira.

De acordo com o presidente da Lactalis para a América Latina, Patrick Sauvageot, a nova proprietária definirá um plano de crescimento para a Itambé com investimentos em ampliação da capacidade produtiva e diversificação dos produtos, para expandir os mercados disputados no Brasil. Além disso, para manter a tradição da marca, o contrato garante o fornecimento de leite a partir das bacias leiteiras de Minas Gerais e Goiás durante 10 anos, passíveis de renovação.

“Nossa ideia é dar continuidade à gestão que a Itambé está fazendo para o crescimento dela, mas apoiando com os recursos de um grupo que é o número um no setor no mundo, pode levar mais tecnologia, processos e inovação para a empresa”, afirma Sauvageot.

Embora o valor da transação não tenha sido revelado, o CEO para a América Latina ressalta que a união cria uma potência no mercado nacional, com faturamento de quase R$ 8 bilhões e o processamento de 2,3 bilhões litros de leite por ano, que corresponderá a 9,4% da produção formal brasileira.

Sauvageot também garante que não haverá mudança na razão social da empresa, na estrutura organizacional ou equipe comercial. “A Lactalis veio para somar, para investir no desenvolvimento e autonomia da Itambé, buscando ainda mais sinergia e oportunidades no mercado lácteo nacional”, conclui o executivo.

Créditos/foto: internet


Veja também