Zaitt abrirá mais duas lojas em São Paulo

Zaitt abrirá mais duas lojas em São Paulo

A Zaitt, loja automatizada e sem funcionários, anunciou a inauguração de mais três lojas, sendo duas na cidade de São Paulo e outra no estado do Espírito Santo – onde está localizada a matriz, aberta em dezembro do ano passado, na Praia do Canto, em Vitória.

A rede, que começou como um delivery de bebidas – criado em 2016 – tornou-se um mercado inteligente após os sócios Rodrigo Miranda, Tomás Scopel, Mario Miranda e Renato Antunes começarem a investir no varejo alimentício e abrirem uma loja física no galpão de distribuição das bebidas.

O projeto de um mercado autônomo tomou forma e começou a operar em 2017, na capital capixaba. Agora, os empreendedores começam a expandir a operação. A loja, aberta 24 horas por dia, é rastreada por câmeras ligadas a uma central que fiscaliza o ambiente em tempo real. As gôndolas são conectadas a um software de gestão de estoque, para controlar a saída dos produtos e fornecer dados para a reposição adequada.

Segundo o sócio-fundador Rodrigo Miranda, recebe até duas mil pessoas por semana com um tíquete médio de cerca de R$ 30. A Zaitt foi instalada em um lugar com ampla movimentação noturna e em uma região com bom fluxo e fácil acesso. Características procuradas pelos donos para testar a inovação.

Para entrar e sair da loja, o consumidor precisa apresentar o QR Code fornecido pelo app da Zaitt ao leitor colocado na porta. Para levar produtos, o processo é o mesmo. Cada um deles possui um código que deve ser emparelhado ao leitor que irá registrar os produtos que serão cobrados do consumidor assim que ele sair da loja.

Agora, as expectativas são permitir a entrada do cliente por reconhecimento facial, sem a necessidade de celular. O pagamento poderá ser feito por meio de RFID (sigla em inglês para sistemas de identificação por radiofrequência), como o utilizado nas cobranças automáticas em pedágios e estacionamentos, por exemplo.

Projeto de expansão

Miranda revelou que a loja automatizada foi inspirada em iniciativas como a Amazon Go, nos Estados Unidos, e em experimentações realizadas no varejo chinês. A Zaitt anunciou investimentos de cerca de R$ 1 milhão na loja e não revelou tempo estimado de retorno. Além disso, a empresa abriu a intenção de tornar-se uma franquia. Segundo o executivo, o processo deve ser concluído na metade deste ano para que a rede comece a se expandir.

Além disso, o empresário disse que a ideia é manter a expansão de lojas próprias junto às franquias. Porém, não há um número estipulado de lojas a serem abertas para depois de agosto. “Tem toda uma questão de investimento que precisa ser contemplada e análise de viabilidade envolvida, mas algumas lojas da Zaitt serão próprias porque a gente precisa continuar testando e validando nossas hipóteses e desenvolvendo modelos”, explicou.


menu
menu