Volume da exportação de carne registra estabilidade

Volume da exportação de carne registra estabilidade

O volume de carne exportado pelo Brasil ficou praticamente estável em 2017 em relação a 2016, mesmo com todos os problemas ocorridos durante a operação Carne Fraca.

Segundo os dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), foram exportados 6,557 milhões de toneladas de carnes no ano passado, contra 6,558 milhões de toneladas em 2016, redução de 1,6 mil toneladas.

Considerando apenas carnes de frango e suína in natura, o Brasil reduziu as vendas em 1,1%, o que equivale a uma redução de 51,2 mil toneladas. Segundo dados do MDIC, ao longo do ano anterior o país exportou 4,5 milhões de toneladas de frango e suínos.

Mesmo com a operação, deflagrada em 17 de março, e as recém-restrições impostas pela Rússia, as exportações de carne bovina aumentaram 12% no ano que passou, o equivalente a 130 mil toneladas a mais.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) estimou que o Brasil, que responde por cerca de 40% das exportações globais de frango, poderia ter exportado mais 200 mil toneladas de carne de frango e porco em 2017 se não fosse o impacto da operação Carne Fraca.

Apesar da estabilidade no volume exportado, o país lucrou mais com a venda de carnes ao exterior em 2017: US$ 15,065 bilhões ante US$ 13,890 bilhões em 2016. As informações são do portal G1.


menu
menu