Vendas do varejo paulista crescem 6,5% em agosto

Vendas do varejo paulista crescem 6,5% em agosto

As vendas do comércio varejista no estado de São Paulo em agosto cresceram 6,5%, com faturamento de R$ 52,1 bilhões no período, R$ 3,2 bilhões acima do mesmo período de 2016. As informações são da Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV), realizada mensalmente pela FecomercioSP.

Segundo a instituição, essa foi a quinta maior cifra registrada para o mês desde o início da série histórica, em 2008 e, assim, a recuperação do consumo se consolida na região.

Assim como nos meses anteriores, as 16 regiões analisadas pela Federação apontaram crescimento no faturamento na comparação com o mesmo mês de 2016. Os maiores avanços foram observados nas regiões de Taubaté (9%), ABCD (8,8%) e Ribeirão Preto (8%).

Todas as atividades analisadas pela pesquisa mostraram crescimento em agosto na comparação com o mesmo mês de 2016. Os destaques ficaram por conta dos segmentos de concessionárias de veículos (12,5%); outras atividades (4,9%); e lojas de vestuário, tecidos e calçados (11,7%); que, somados, contribuíram com 3,4 pontos porcentuais (p.p.) para o resultado geral.

A consolidação do ciclo de recomposição das vendas varejistas, de acordo com a FecomercioSP, é ancorada na sucessão de variáveis econômicas positivas obtidas ao longo deste ano, que começou com as quedas nas taxas de juros e de inflação, a melhoria na renda agrícola e nas exportações e a injeção dos recursos das contas inativas do FGTS, mantendo o cenário econômico em ritmo de recuperação.

Para os próximos meses, a expectativa da FecomercioSP é de que haja estabilidade. Dessa forma, a instituição indica que as condições atuais são bem menos adversas, em termos de confiança e mesmo de resultados econômicos, do que aquelas vigentes há um ano.


menu
menu