Vendas da Black Friday deverão crescer 15%

Vendas da Black Friday deverão crescer 15%

As vendas na Black Friday no Brasil deverão crescer 15% em 2017, em comparação com o ano passado, segundo as estimativas divulgadas pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

O estudo da ACSP está alinhado com os dados divulgados em outubro pela Ebit, empresa de informações sobre o e-commerce brasileiro. Caso a estimativa seja concretizada, os varejistas deverão vender aproximadamente R$ 2,19 bilhões na Black Friday apenas no e-commerce, segundo informações do portal G1. Além disso, uma pesquisa realizada pela empresa apontou que 81% dos entrevistados pretendem consumir durante a Black Friday.

Porém, 41% dos entrevistados pretendem aproveitar o dia de descontos para adiantar as compras de Natal, mas não necessariamente para comprar presentes. Somente 18% dos consumidores pretendem comprar para presentear, enquanto 59% irão adquirir itens para uso próprio.

Os aparelhos eletrônicos lideram o ranking de intenção de compras, com 34% do total. Logo em seguida estão os eletrodomésticos, com 27%, depois informática, com 24%, e telefonia e celulares, com 23% da intenção de compra. Contudo, esta última categoria detém a expectativa de tíquete médio mais alto, cerca de R$ 1.236,00.

“A expectativa de crescimento para 2017 está baseada no aumento do número de consumidores virtuais e na melhora do cenário econômico com controle da inflação, diminuição da taxa de juros e o índice de desemprego. O consumidor está mais confiante de que o pior da crise já passou, por isso deve usar parte do 13º salário para comprar na Black Friday”, afirmou o CEO da Ebit, Pedro Guasti.

Com origem nos Estados Unidos, a Black Friday é um evento de varejo marcado por descontos em diferentes lojas. Com o expressivo sucesso, a ação é repetida em vários outros países, incluindo, o Brasil. Em 2017, o evento será realizado no dia 24 de novembro.


menu
menu