Varejo paulista deve registrar avanço de 3% nas vendas em junho

O varejo no estado de São Paulo deve faturar R$ 48,6 bilhões em junho, mês que compreende o Dia dos Namorados, o que significa um crescimento real de 3% na comparação ante o mesmo mês de 2016. As projeções são da FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), que indicam ainda que as vendas na capital devem avançar 5% na mesma base comparativa, alcançando R$ 16 bilhões.

O impulso para esse crescimento se deve a queda da inflação, ao ciclo de cortes na taxa básica de juros e ao crescimento na renda agrícola com a exportação de commodities, portanto, o atual cenário político não deve prejudicar o avanço previsto para as vendas, ao menos até junho.

Contudo, uma análise da federação apontou que o Dia dos Namorados tem influência menor sobre o desempenho geral do comércio quando comparado ao Dia das Mães (sendo esta a segunda melhor data para o varejo), pois muitos casais preferem comemorar em bares e restaurantes, em vez de comprar presentes.

De acordo com a FecomercioSP , o setor varejista enfrentou o ciclo recessivo mais intenso no ano passado, com quedas mensais consecutivas acima de 14%, em média.


menu
menu