Tetra Pak reduz emissões de CO2 em 13%

Tetra Pak reduz emissões de CO2 em 13%

A Tetra Pak reduziu em 13% as suas emissões de CO2 no comparativo com os números registrados em 2010. Esse resultado se deu após a companhia vender um acréscimo de 19% de embalagens nesse período de oito anos, de acordo com o Relatório de Sustentabilidade de 2018.

“O nosso objetivo de sustentabilidade é limitar o nosso impacto ambiental em toda a cadeia de valor em 2020 aos níveis de 2010, independentemente do crescimento dos negócios. Isso exige, da nossa parte, a necessidade de continuar a melhorar, junto dos nossos clientes, a eficiência energética e de aumentar a utilização de energias renováveis”, disse o diretor geral da Tetra Pak Ibéria, Alejandro Cabal. No momento, a rede está comprometida a reduzir em 42% as emissões de gases de efeito estufa até 2030 e em 58% até 2040, tendo por base os níveis de 2015, quando a empresa lançou sua primeira embalagem totalmente renovável e biológica.

Desde 2012, a Tetra Pak já fez investimentos de €17 milhões (cerca de R$72 milhões) em infraestruturas de reciclagem. Cinco anos depois, a companhia obteve um bom resultado. “Em 2017, a nossa taxa global de reciclagem foi de 25%, o equivalente a um aumento de 14 bilhões no número de embalagens recicladas (de 32 bilhões em 2010 para 46 bilhões em 2017), um aumento de 45%. Com o objetivo de melhorar ainda mais estes valores, trabalhamos também em Portugal e Espanha, com várias organizações e empresas desenvolvendo iniciativas e campanhas de sensibilização ambiental para contribuir para o aumento das taxas de reciclagem”, afirmou a responsável pela área de sustentabilidade na Tetra Pak Ibéria, Ingrid Falcão.


menu
menu