Tesco fecha e-commerce não alimentar

Tesco fecha e-commerce não alimentar

A rede britânica de supermercados Tesco anunciou que vai fechar sua loja online Tesco Direct, responsável pela venda de produtos como roupas, brinquedos e itens domésticos. A empresa admitiu que não encontrou uma forma para tornar o negócio rentável. Por isso, o e-commerce será tirado do ar no dia 09 de julho deste ano, o que coloca em risco 500 postos de trabalho.

A supermercadista informou que a plataforma, criada em 2006, enfrentou dificuldades com os altos custos para realizar os pedidos e o marketing online. Além disso, a ação provoca o fechamento do centro de distribuição em Fenny Lock, no Reino Unido, que atende todos os pedidos do Tesco Direct, segundo informações do portal britânico The Guardian.

“Esta foi uma decisão muito difícil de tomar, porém, é um passo essencial para alcançar uma oferta não alimentar mais sustentável e o crescimento dos negócios para o futuro”, declarou o CEO da rede, Charles Wilson.


menu
menu