Supermercados esperam aumento de 3,5% nas vendas de itens de Festa Junina - SuperVarejo
Supermercados esperam aumento de 3,5% nas vendas de itens de Festa Junina

Supermercados esperam aumento de 3,5% nas vendas de itens de Festa Junina

As tradicionais Festas Juninas são, historicamente, um período de boas vendas para o setor supermercadista, graças à capacidade das lojas em fornecer ingredientes e produtos típicos. Neste ano, a projeção da APAS – Associação Paulista de Supermercados, continua otimista: a expectativa é que as vendas para o período junino cresçam 3,5% em 2018, no comparativo com o mesmo período do ano passado.

O economista da APAS, Thiago Berka, afirmou que o com um cenário econômico um pouco melhor neste ano, o esperado é que haja reflexo na comercialização dos produtos tradicionais. “Além disso, ao considerarmos como termômetro as vendas de Páscoa, que foi de desempenho positivo, as expectativas de vendas para as datas comemorativas de meio de ano – Dia dos Namorados, Copa do Mundo e Festas Juninas – também são as melhores”, explicou.

Destaques e Preços

O cenário para 2018 demonstra que, dos 19 produtos selecionados como típicos de Festa Junina, 14 estão com índice de preço menor que em 2017. Os destaques são limão, balas, doce de leite e açúcar. A análise considerou as categorias de produtos mais procurados no período, com destaques nos grupos de FLV – Frutas, Legumes e Verduras (maçã, abóbora, batata doce, limão, etc), Mercearia (pipoca, amendoim), Massas e Féculas (ingredientes para pães e bolos típicos) e Bebidas (vinho e ingredientes para quentão).

“Quando analisamos os produtos típicos em relação às vendas gerais e comparamos com a média mensal anual, a performance chega a ser de 35% a 50% a mais de vendas em junho e julho”, comentou Berka.

Somam-se ao período dois fatores propulsores de vendas: o inverno, em que ingredientes para caldos e sopas, além de queijos e vinhos, são mais procurados, e a Copa do Mundo 2018, com a procura por cervejas, itens para churrasco e petiscos.

“O período favorece as vendas graças ao aumento das confraternizações dentro do lar, já que 92% das pessoas assistem aos jogos em casa, favorecendo sobremaneira o canal do varejo alimentar que, sendo um dos que enfrenta mais concorrência, conquista e fideliza o cliente por meio de ofertas e diversas ações de marketing”, concluiu o economista.

Tabela de Preços:

Para saber como explorar as atividades nesta época no ano, confira a matéria sobre todas as oportunidades na edição de abril da SuperVarejo clicando aqui.


menu
menu