Preço do frango cai no período pós-greve

Preço do frango cai no período pós-greve

Devido a paralisação dos caminhoneiros em maio, o preço do frango de corte registrou alta expressiva no início deste mês. Além disso, a grande demanda também teve participação para este aumento nos valores. Porém, já é possível observar uma mudança neste cenário, visto que na segunda quinzena de junho este crescimento desacelerou e foi interrompido em alguma praças, levando em consideração dados divulgados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

O motivo da mudança em tal movimento foi consequência da normalidade da comercialização no período pós-greve, com o ritmo das negociações caindo, assim como ocorreu com os preços em parte das praças acompanhadas pelo Centro.

Porém, mesmo com a queda, os valores praticados neste período ainda permanecem superiores aos trabalhados antes da greve. Entre os dias 14 e 21 deste mês, o frango resfriado, comercializado no atacado em São Paulo, teve baixa de 7,8%, passando para R$ 4,43/kg na última quinta-feira (21/06). Enquanto no congelado houve deflação de 7,2% na mesma base de comparação, chegando a R$ 4,42/kg no mesmo dia.

Na parcial de junho (até o dia 21), o valor médio do frango resfriado comercializado no atacado de SP estava 40,2% maior que o de maio, enquanto o mesmo produto congelado tem valorização de 40,6%.


menu
menu