Portugal lança projeto para devolução de garrafas PET

Portugal lança projeto para devolução de garrafas PET

O governo de Portugal lançou um projeto de conscientização à devolução de garrafas de plástico não reutilizáveis. O programa deve ter a versão piloto implementada até o dia 31 de dezembro deste ano.

O sistema de depósito de recipientes de plástico, vidro, metais ferrosos e alumínio não reutilizáveis será obrigatório a partir de 1 de janeiro de 2022. A Lei n.º 69/2018, criada em 26 de dezembro, aponta que após os clientes entregarem as garrafas nas lojas, eles receberão uma gratificação que será determinada pelo ministério do ambiente local, segundo o portal Grande Consumo.

“Até ao dia 31 de dezembro de 2019 será implementado um sistema de incentivo – ao consumidor final – que consiste na atribuição de um prêmio, sob a forma de projeto piloto, para a devolução de embalagens de bebidas em plástico não reutilizáveis, com vista a garantir o seu encaminhamento para a reciclagem”, refere a lei.

A medida propõe que os estabelecimentos supermercadistas criem espaços para a instalação do equipamento que permita a devolução de embalagens, sem custos. Até setembro de 2021, o governo português deverá apresentar um relatório de avaliação do impacto da implementação do sistema de incentivos.

Além de Portugal, a Inglaterra também aderiu ao sistema, enquanto na Alemanha é possível ver o serviço implementado há mais de dez anos, sendo este o país que mais produz plástico na Europa. De acordo com informações do jornal The Guardian, as taxas de gratificação ao cliente variam a partir do tamanho da garrafa ou lata, e os varejistas se tornam responsáveis pela reciclagem correta dos recipientes.

Créditos / Foto: Internet


menu
menu