PIB cresce após 12 quedas seguidas

PIB cresce após 12 quedas seguidas

A economia brasileira cresceu 0,2% no segundo trimestre ante o trimestre anterior. No comparativo ao mesmo período de 2016, o PIB (Produto Interno Bruto) cresceu 0,3%, dando fim a uma sequência de 12 trimestres de quebra.

O último registro de alta na economia havia ocorrido no primeiro trimestre de 2014, antes da crise, quando o PIB cresceu 0,5%, na comparação trimestral e 3,5% na anual.

De acordo com o portal Uol, o resultado no segundo trimestre desse ano teve como responsável o desempenho do setor de serviços e pelo consumo das famílias, que reagiu após nove trimestres de recuo.

Nos primeiros seis meses desse ano, o PIB não registrou alterações quando comparado ao mesmo período de 2016. Porém, no período acumulado de quatro trimestres, o cenário de economia permanece em baixa, com encolhimento de 1,4%.

Contudo, o PIB superou todas as expectativas. Para os analistas consultados pela agência de notícias Reuters, a previsão era que o crescimento trimestral seria de apenas 0,1%, enquanto que para a Fundação Getulio Vargas (FGV) a estimativa era de queda de 0,24% no PIB no comparativo com os três primeiros meses de ano.


menu
menu