P&G soma US$ 17,4 bilhões em vendas líquidas

P&G soma US$ 17,4 bilhões em vendas líquidas

A Procter & Gamble somou US$ 17,44 bilhões (cerca de RS$ 65,4 bilhões) no segundo trimestre fiscal deste ano, sendo este, um lucro de US$ 3,2 bilhões (cerca de R$ 12 bilhões), ou US$ 1,22 (R$ 4,58) por ação, acima dos US$ 2,5 bilhões (cerca de R$ 9,3 bilhões), ou US$ 0,93 (R$ 3,49) por ação registrados em igual período do ano passado. Já o cash flow operacional foi de US$ 4 bilhões (cerca de R$ 15 bilhões).

No segundo trimestre fiscal, a empresa pagou US$ 1,9 bilhão (cerca de R$ 7,1 bilhões) de dividendos aos acionistas. E apesar disso, as vendas líquidas que eram de US$ 17,40 bilhões (cerca de R$ 65,3 bilhões) cresceram no mesmo período de comparação.

“Registramos fortes vendas orgânicas no segundo trimestre e, tendo em conta os resultados que alcançamos no primeiro trimestre, revemos em alta as nossas perspectivas para o acumulado do ano”, disse presidente e CEO da Procter & Gamble, David Taylor, citado no comunicado com os resultados do segundo trimestre fiscal do exercício de 2019 que a empresa publicou em seu site.

De acordo com Taylor, o foco da P&G é o aumento da produtividade e investimento em melhorias na organização, e que a cultura da empresa está contribuindo para melhorar os resultados, mesmo num contexto econômico e num ambiente macroeconômico desafiante.


menu
menu