Pedidos de falência recuam 14,7% no acumulado do ano

Pedidos de falência recuam 14,7% no acumulado do ano

Os pedidos de falência de empresas recuaram 14,7% no acumulado do ano (janeiro a novembro de 2018 comparado ao mesmo período de 2017), já as falências decretadas registraram alta de 11,6%, assim como os pedidos de recuperação judicial (5,1%) e recuperações judiciais deferidas (0,6%), segundo dados levantados pela Boa Vista.

Em comparação mensal, os pedidos de falência tiveram queda de 23,4% em relação a outubro, assim como as falências decretadas (18%). Entretanto, as solicitações de recuperação judicial registraram crescimento de 40,9% e recuperações judiciais deferidas, 82,4%.

A melhora nas condições econômicas desde o ano passado foi uma das razões para que os pedidos de falência recuassem nos acumulados do ano. A movimentação permitiu que as empresas tomassem forma nos indicadores de solvência. A continuidade do progresso depende de uma aceleração na atividade econômica nos próximos períodos.


menu
menu