Confira os lançamentos da APAS Show que começam a chegar às gôndolas

Confira os lançamentos da APAS Show que começam a chegar às gôndolas

Considerado o maior evento supermercadista do mundo, a APAS Show é também o momento escolhido da indústria para anunciar lançamentos e ditar tendências. Sendo assim, todas as novidades começam a chegar às gôndolas e ficam à disposição do shopper.

Confira abaixo, na cobertura exclusiva da SuperVarejo, quais foram os destaque do Pavilhão Azul e o que de melhor aconteceu nos quatro dias de evento.

texto e fotos por Jairo Lavia

Entre empresas consagradíssimas nos mercados brasileiro e mundial, como Ambev, Coca-Cola Femsa e Pepsico, o Pavilhão Azul da APAS Show 2018 contou com retornos importantes, caso da Catupiry, com seu charmoso trailer, além de muitos lançamentos das tradicionais Salton, Latinex, 3 Corações, Vinícola Góes, Paratudo e Ypê.

Destaque especial para os boxes dedicados à parceria entre o Sebrae e o Governo do Rio Grande do Sul, onde foi possível conhecer um pouco mais da produção do estado, principalmente em cervejas artesanais e cachaças.

Receitas

Tudo Gostoso, o maior veículo de comunicação de receitas do Brasil, com mais de 90 milhões de visitas/mês, montou em seu estande um estúdio de TV durante os quatro dias de evento. Em dois horários, os chefs de cozinha convidados ensinaram como preparar bolinho de miojo, salpicão de frango, bolo de chocolate no micro-ondas, entre outras receitas, todas enviadas pelos usuários do portal.

“O nosso objetivo foi o de materializar para as pessoas a experiência de gravar as receitas sempre em parceria com as grandes marcas, além de mostrar para a indústria como o Tudo Gostoso pode ser um potencial parceiro no lançamento de novos produtos”, afirmou a diretora comercial, Michele Gonzaga.

Temperos

A Latinex divulgou seu novo modelo de negócios. “Antes, tínhamos a importação de marcas consagradas. Com a mudança, conseguimos afastar o principal risco da empresa, que é a oscilação do câmbio, e também o tempo de resposta do ciclo de importação”, esclareceu o diretor Eduardo Moraes.

Para essa nova fase, a empresa vem com 20 novos produtos da linha de temperos, entre ervas, especiarias, sais, pimentas e molhos, dentre os quais quatro mixes de temperos completos para carne, frango, porco e vegetais, todos desenvolvidos em parceria com o Master Chef e assinados pelo chef Erick Jacquin.

Congelados

Com uma reputação de 107 anos de história, a Catupiry levou como principal atração de seu estande um trailer equipado com uma minicozinha decorada, abastecido com a linha completa de produtos. Em breve, o equipamento fará parte de ações especiais de ativação nos supermercados parceiros e em campanhas estratégicas.

Entre os 18 novos produtos lançados, destaque para os salgados e congelados de coxinhas, miniquibes, bolinhos e esfirras. “A estratégia é transformar a empresa em marca de alimentos, com a entrada mais forte na categoria de congelados, saindo dos itens comuns”, afirmou a superintendente comercial e marketing, Manoela Leiro.

O famoso churrasco de final de semana ganhou mais um item na grelha. Graças à BomPorto, que está inovando com o bacalhau para ser assado sobre fogos e brasas. O produto chega às gôndolas em embalagem com duas peças de 500 gramas. “O corte especial paralelo à coluna do peixe permite que ele seja colocado na tradicional grelha de frango para churrasqueira e assado em apenas 20 minutos”, afirmou o gerente de marketing da empresa, Sergio Karagulian.

Com uma ampla linha de vegetais congelados, o Grupo Greenyard Foods, representado no Brasil pela D’aucy, traz como novidade a sopa cremosa em barrinhas, vendidas em três versões: tomate com muçarela, brócolis com batata e queijo mascarpone e ervilha com batatas.

O gerente de marketing, Marcus Nikola, afirmou que o novo produto ajudará a empresa a manter a média no mercado de legumes congelados. “O mercado de giro de brócolis e ervilhas é bastante conhecido do consumidor. No entanto, o mix de congelados caiu um pouco, com o consumidor arriscando menos em experimentações e produtos que ele ainda não conhece”, definiu.

Cereais

Para o café da manhã, a Alca Foods apresentou uma linha de produtos orgânicos de corn flakes e achocolatados da marca Choco Ball.

O ano também está servindo para a empresa focar nos produtos funcionais, como mais três novos sabores de suas barrinhas (à base de ovo, cereais com mel e leite).

Com uma representatividade de 60% no faturamento voltado para o varejo, o gerente comercial Roberval Filho disse que a empresa já fechou com um aumento de 30% no volume de vendas no primeiro quadrimestre em relação ao ano passado. “Isso se deve à permanência em 8 das 10 principais redes supermercadistas e à abertura de novos clientes”, disse.

Em seu terceiro ano, a Da Magrinha pretende ganhar ainda mais consistência no mercado paulista. Com sede em Santa Catarina, a empresa atua no mercado há 26 anos e, hoje, possui 76 itens, entre snacks, cookies e granolas em seu portfólio. O carro-chefe é a linha Sabores da Amazônia, cuja pipoca com granola é uma patente exclusiva da empresa.

“Estamos apresentando uma nova identidade, optando por um formato premium, com embalagens pouch e na conveniência do ziplock”, ressaltou o diretor comercial, Fernando Ramos.

Com o objetivo de ampliar o target de seus produtos lácteos e reforçar o reposicionamento da marca, a Itambé aproveitou para anunciar que a linha infantil passa a ganhar o nome de Itambé Kids.

“Fizemos uma pesquisa junto a mães e crianças para identificar como esse público entende o universo de produtos lácteos e como o leite pode ser um parceiro mais interessante na vida das crianças”, explicou a gerente de marketing, Beatriz Cardoso. O principal lançamento foi a linha licenciada do desenho Os Incríveis 2, da Disney.

Cafés

A 3corações apostou no lançamento dos cafés especiais em cápsulas. Para isso, criou uma linha da safra especial da marca Tres, destacando as quatro grandes produtoras de café no Brasil – Matas de Minas, Chapada Diamantina, Mogiana Paulista e Cerrado.

“O consumidor gosta de testar e provar novos sabores o tempo todo e está se tornando cada vez mais exigente, com mais conteúdo e conhecimento sobre o café. Então, veio essa ideia de lançar quatro produtos para puxar a categoria para além das cápsulas regulares”, ressaltou o head de unidade de negócios da Tres, Renato Guiderolli.

Após lançar, no ano passado, a linha de cafés em cápsulas, a Mitsui Alimentos retorna neste ano para apresentar os blends gold. São três novas cápsulas nas versões bourbon vermelho, originárias do Serrado Mineiro e Mogiana Paulista, que se completam com os lançamentos torrado e moído. “Hoje, as cápsulas têm conduzido o mercado de multicafés no Brasil, mas ainda com uma penetração muito baixa, enquanto na Europa chega a 20% em volume de vendas”, informou o gerente de marketing e inovação da Mitsui Alimentos, André Carvalho.

Bebidas alcoólicas

A edição deste ano da APAS Show teve um gosto especial para a Vinícola Góes, de São Roque (SP), que aproveitou o evento para comemorar 80 anos de história. Para a data especial, a empresa reservou, entre seu extenso portfólio, as estrelas da linha de vinhos finos premium, representadas pelo Góes Tempos Pétalas Cabernet Frank, a roupagem nova do Trópicos e a linha de espumantes Saint Tropez.

“O processo, no momento, é de recuperação após a quebra da safra de 2016, o que aumentou o custo de produção. E já podemos dizer que o ano tem sido bom para a marca, que obteve um significativo aumento no volume de vendas”, afirmou o diretor comercial, Luciano Lopreto. A centenária Salton, levou, dessa vez, o lançamento de seu destilado Digníssima (com mel e canela) para agregar força à linha composta pelo tradicional conhaque Presidente e pela vodca Vorus.

“A proposta é revitalizar a linha de destilados, com uma rotulagem retrô e irreverente, voltada para um mercado mais jovem e com preço mais acessível, própria para misturas e drinks”, esclareceu o diretor comercial, Cleber Slaifer.

Com uma atuação mais recente no setor varejista, a Paratudo Bebidas saiu de um mercado quase zerado há cinco anos para uma representatividade em torno de 20% do faturamento da empresa somente em supermercados.

Com um mix de produtos que inclui cachaças, vodcas, catuabas, vermutes e conhaques, a empresa detém a liderança de um pouco mais de 50% no setor de bebidas alcoólicas de raiz amarga com o tradicional Paratudo. “Para este ano, o foco é usar a força da marca para impulsionar o lançamento da Jambulera, um produto exclusivo da empresa, à base de jambu e gengibre, direcionado para um púbico jovem”, ressaltou o gerente regional, Marco Fabrício.

Água, sucos, refrigerantes e chás

Glass é o nome da primeira água em embalagem de vidro lançada pela Bioleve nas versões convencional e com gás. “É um produto com embalagem nobre, que completa a nossa linha especial de rótulos vermelho e azul. O novo produto pode frequentar as mesas dos restaurantes e bares”, afirmou o diretor presidente, Flávio Aragão dos Santos.

Outro destaque da marca é a embalagem especial para homenagear a Copa do Mundo, com novos rótulos temáticos para sua linha de águas minerais. Já para o próximo mês, chegam ao mercado as versões do chá mate em garrafas de 390 ml e 1,5 litro.

Com um belíssimo estande onde se destacava a força do verde claro e o logo inspirado em uma folha, a empresa carioca Green People apareceu pela primeira vez na APAS Show, com sua linha de sucos prensados 100% natural.

A empresa, de origem carioca, surgiu em 2014 pelas mãos da sócia fundadora Bianca Laufer, que pesquisava ingredientes e preparava as receitas dos sucos na cozinha de sua casa. Das primeiras vendas no Rio de Janeiro, a executiva destaca que, atualmente, já está nos principais mercados do Brasil, com vendedores próprios para a sua linha engarrafada de sucos de frutas basic e premium, além de um mix de detox e snacks feitos com bagaços dos legumes e frutas reaproveitados da produção dos sucos. A novidade é a Água de Coco, pressurizada a frio, e o suco de caju Tieta.

Higiene bucal

Qualquer um que tenha andado pelos pavilhões da APAS Show com certeza se deparou com alguém segurando as sacolas de cores vibrantes da arte de Romero Britto. O brinde fez parte da campanha da fabricante de produtos de higiene bucal Dental Clean, que conta com mais de 160 SKUs em seu portfólio.

“Nós queríamos transmitir os conceitos de alegria e arte para nossos produtos com o licenciamento do Romero Britto e, dessa forma, encantar o consumidor no momento da compra”, afirmou o diretor executivo, Marcelo Teixeira. Mais três géis especiais foram lançados pela marca: whitenning, sensitive e o degenerador.

Já os super-heróis são a força da marca Jade, empresa familiar japonesa que traz o licenciamento de kits dos personagens do Superman, além de packs da Hello Kitty para o público feminino.

O gerente comercial, Henrique Akira Hattori, explicou que a primeira participação na APAS Show coincide com o momento da empresa de buscar novos horizontes. “Apesar de ser um ano de crise, a marca teve um pequeno crescimento real em 2017 e, para este ano, o planejamento é elevar em 10% o faturamento da empresa, além de incrementar as vendas no Norte e Nordeste, onde estimamos crescer entre 30 e 40%”, afirmou.

Produtos de limpeza

Para reforçar o compromisso com a sustentabilidade e a gestão de energia elétrica, a Ypê fechou uma parceria com a Electrolux para uma nova geração de iluminação em seu estande. Tratava-se de uma linha inédita de produtos de consumo consciente de energia elétrica que gerou uma redução de custo de luz em torno de 20% em relação à edição anterior.

O estande da empresa ainda contou com um carbonômetro, com o intuito de compensar todas as emissões de carbono durante o evento. “Em uma parceria com a SOS Mata Atlântica, medimos os impactos ambientais de atuação da empresa, como elaboração de estande, movimentação de materiais e deslocamento de pessoas. Com base no que foi contabilizado, geramos um cálculo de combate de toda emissão de carbono”, explicou Raphael Benedetti, gerente de trade marketing da Ypê.

Projetos especiais

Para divulgar os produtos do Rio Grande do Sul, o Sebrae-RS, em parceria com o governo do estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, participou da APAS Show em um estande coletivo, com 16 micro e pequenas empresas.

As cervejas artesanais foram um dos atrativos, com quatro marcas representadas. A Farrapos, de Passo Fundo, que atua no mercado desde 2011, aproveitou para divulgar o pioneirismo da cerveja sem glúten e ampliar os negócios da empresa, que hoje é focada em 11 estados, entre vendas diretas e distribuidores. “No Sul já é possível encontrar a marca em redes de supermercados como Zaffari, Angeloni, Asun e Guanabara, e estamos prestes a entrar no St Marche, em São Paulo”, revelou o diretor, Lucas Grazziotin.

De Santa Cruz do Sul, cidade de cultura tipicamente alemã, vem a Heilige, cujo nome pode ser traduzido para Consagrado. Com 15 estilos diferentes de cerveja, desde a sua fundação, em 2010, tem entre seus destaques os rótulos da linha Best Seller (German Ipa e a Belgian Trippel), pensada especialmente para o público que está migrando do mercado de cervejas comuns para o artesanal.

Para mexer com o conforto das pessoas e desacomodar os consumidores foi que surgiu a ideia de criar a Javali Beer na cidade de Pelotas, em 2013. “É o conceito do animal forte, corajoso e selvagem, que desbrava territórios”, explicou o diretor Wladimir Silveira.

A linha de oito cervejas é composta dos rótulos Toda Hora e Javalis Selvagens, esta com maior valor agregado e rótulos de alto relevo representando personagens de seus países de origem.

Do grupo de amigos que produzia cerveja “ilegal” na panela de casa para os churrascos de finais de semana nasceu a Al Capone, há seis anos. Agora, com capacidade para produzir até 70 mil litros na fábrica em Canoas, a marca trabalha com linhas de seis rótulos entre premium lager, pale ale, weis, red pale e ipa. O diretor, Andrews Tonietto Prataviera Calcagnotto, explicou que o objetivo deste ano é fechar negócios para conquistar novos mercados em São Paulo e Minas Gerais, onde a penetração da marca é ainda mais tímida.

A tradicional cachaça também estava bem representada no Espaço Regional. Com uma aposta no mercado de orgânicos, a Da Chica surgiu em Porto Alegre, em 2005, durante o Fórum Social Mundial. A ideia era que o nome dialogasse com a região do Mercosul e ainda fosse uma forma de homenagear as mulheres. Sem adição de açúcar, com infusão de ervas, frutas e raízes, a marca é composta de 13 produtos e já ganhou medalhas de bronze e prata na Expo Cachaça, em Belo Horizonte, com os rótulos Velha Chica e Maçã com Canela.

Segundo o sócio diretor da empresa, Guilherme Carlin, o objetivo, daqui em diante, é ampliar o mercado de seu produto para além das lojas especializadas e bares.

Com uma tradição familiar de imigrantes italianos desde 1925 na destilação de bebidas no Vale do Rio das Antas, a Casa Bucco entrou no mercado formal de destilados em 2001, fabricando 31 produtos, entre cachaças super premium, brands e licores.

A vedete da marca é a cachaça reserva especial extra premium 12 anos, envelhecida em barril de carvalho. Com apenas 500 unidades produzidas, o preço de cada uma chega a até R$ 1.700 para o consumidor final. O diretor fundador da empresa, Moacir Alberto Menegotto, afirmou que, para este ano, o foco é a distribuição em redes de outros estados.

De imigração familiar germânica, transmitida de pai para filho em três gerações, desde 1948, a Weber Haus, estabelecida na cidade de Ivoti, atua no mercado de destilados desde 1992. A linha de 60 SKUs é constituída de cachaças comerciais e premium, bebidas mistas, licores e gins. O gerente comercial, Marcelo Pelisson, destacou: “A participação na feira visa buscar mais o mercado supermercadista, que ainda representa apenas 10% das nossas vendas”.

A Weber Haus também levou a sua preciosa cachaça envelhecida 12 anos. Com 2 mil unidades, sendo três peças com rótulo, gargalo e tampa banhados a ouro, o preço chega a R$ 2.500.

O pioneirismo da agroindústria familiar Flach Alimentos Naturais é o vinagre de caldo de cana de açúcar, desenvolvido com processo de fermentações naturais, na cidade de Bom Princípio. Um azeite genuinamente brasileiro. Essa é a proposta dos azeites Batalha, cultivados no maior plantio do Brasil, com 100 mil pés na cidade de Pinheiro Machado. Para a terceira safra comercializada neste ano, o diretor comercial, Carlos Henrique Pfaff, disse que a empresa tem capacidade para a produção de 38 mil garrafas, o equivalente a 19 mil litros.


menu
menu