O que vem por ai?

O que vem por ai?

ROGÉRIO GATTI
Editor

O próximo ano gera expectativa positiva para os varejistas, e alguns fatores contribuem para isso. Um novo governo, uma nova economia, a retomada – mesmo que tímida – do consumo, novas tecnologias, novos serviços etc.

De modo abrangente, uma das tendências que devem se confirmar no próximo ano é o crescimento das vendas online em supermercados. Estudos recentes mostram que o potencial de supermercado online no Brasil é três vezes maior que a média mundial. Esse parece ser um caminho sem volta. É importante lembrar que, para o supermercado entrar de fato no e-commerce, é preciso estar com toda a sua retaguarda – destaque aqui para o cadastro de produtos – bem organizada e atualizada.

Se a expectativa do mercado como um todo, porém, é de crescimento, não podemos nos esquecer de duas peças fundamentais, que farão essa engrenagem rodar: o consumidor e o shopper. Independentemente de todas as tendências, é importante que esses dois elementos estejam no centro de qualquer estratégia desenvolvida.

Para isso, voltamos à discussão de fazer o básico bem feito. Não podemos olhar para o futuro e ficar vislumbrando ser uma ‘Amazon Go’ se não conseguirmos resolver questões básicas de operação de loja, responsáveis diretas pela ruptura. Enfim, o desafio em 2019 para que as vendas cresçam está na própria loja. Vai ser preciso aumentar o tíquete médio, elevando o número de itens na cesta do consumidor e observando atentamente a margem dos produtos. Como fazer isso? Acertando o mix, fazendo promoções bem planejadas, buscando parcerias e melhorando a relação comercial com a indústria. Tudo isso para conseguir ser assertivo naquilo que o cliente procura e espera da sua loja.

Ótimas festas, e que 2019 seja um ano de sucesso para todos.


menu
menu