Mondelēz adere à plataforma para reduzir emissão de resíduos de embalagens

Mondelēz adere à plataforma para reduzir emissão de resíduos de embalagens

Com a proposta de reduzir a emissão de resíduos de embalagens, a Mondelēz International passou a integrar a plataforma de economia circular Loop, iniciativa da TerraCycle, que atua com soluções para reciclabilidade. Segundo informações da gigante de alimentos, serão feitos investimentos em um modelo de assinatura para que bens de consumo cheguem às residências dos clientes em contêineres reutilizáveis, reduzindo assim a dependência de embalagens e fornecendo uma solução conveniente e durável.

O programa será lançado na França e no nordeste dos Estados Unidos, com expectativa de expansão para novos mercados ao longo de 2019 e 2020. A plataforma Loop permitirá que os consumidores dessas regiões façam assinatura online para receber em casa os biscoitos da marca Milka em embalagens duráveis, reutilizáveis e personalizadas.

“Estamos comprometidos em reduzir o desperdício e tornar todas as nossas embalagens recicláveis até 2025. Capacitar as pessoas para o consumo do snack certo, no momento certo e produzido da maneira certa é parte importante do nosso propósito”, afirma a diretora de marketing da Mondelēz Europa, Debora Koyama.

Iniciativas pelo mundo

A Mondelēz International informa que já fez progressos substanciais para minimizar o impacto ambiental ao aperfeiçoar continuamente o design das embalagens de seus produtos. Segundo a empresa, a maioria de suas embalagens já é reciclada, reciclável ou pronta para reciclagem. Aproximadamente 75% das embalagens são de vidro, papel ou metal e cerca de 70% das embalagens de papel são de fontes recicladas.

No Brasil, a empresa tem trabalhado em parceria com o Carrefour e a Tetra Pak desde 2013 para reduzir os impactos ambientais no país com a instalação de 122 centros de reciclagem distribuídos pelas lojas da rede de supermercado em 53 cidades do país. As unidades permitem o recolhimento de cerca de 150 toneladas de materiais recicláveis por mês, beneficiando mais de 2,6 milhões de pessoas.

Crédito/Imagem: Internet


menu
menu