Lidl vai parar de vender sacola plástica em Portugal

Lidl vai parar de vender sacola plástica em Portugal

O Lidl vai deixar de vender sacolas plásticas em todas as suas lojas de Portugal até o final deste ano, sendo a primeira supermercadista a abolir de vez tais embalagens. A ação terá início em maio na região norte do país.

Para extinguir as sacolinhas de plástico de suas lojas, a rede realizou um projeto piloto  em 12 lojas no ano passado, no qual a empresa testou a aceitação desta medida e obteve resultados positivos.

A nova medida fará com que a companhia deixe de comercializar 25 milhões de sacolas anualmente, volume que representa a movimentação de 2,5 milhões de euros (cerca de 10 milhões de reais), conforme publicação do portal Hipersuper.

A medida vem após a decisão da rede de cessar a venda de artigos de plástico descartáveis e de ter anunciado o objetivo de reduzir em 20% os materiais com a mesma matéria-prima das embalagens dos seus produtos de marca própria até 2020, promovendo a substituição por materiais recicláveis.

Em substituição aos sacos plásticos, a companhia vai disponibilizar sacos de papel em tamanhos médio e grande, à venda, respectivamente, por 10 a 14 centavos de euro, com 60% a 70% de pasta de papel reciclado em sua fabricação. Além disso, a varejista continuará a comercializar sacos de ráfia, com 60% de material reciclado na composição.

Crédito/foto: Nathalie Gutierres


menu
menu