Lidl responde à ação judicial do Kroger nos EUA

Lidl responde à ação judicial do Kroger nos EUA

A rede alemã Lidl, conhecida por atuar no segmento de hard discounter, respondeu nos EUA à ação judicial realizada pela rede norte-americana Kroger, que a acusa de copiar sua marca própria . Em seu posicionamento, o Lidl declarou que “há uma impressionante ausência de provas”, segundo informações publicadas pelo portal norte-americano AndNowUKnow.

No dia 14 de julho, o Lidl arquivou os documentos no Tribunal Distrital da Virgínia, nos Estados Unidos, rejeitando as alegações da concorrente de que sua marca própria, Preferred Selection (Seleção Preferida, em tradução livre), se assemelhava com a marca própria do Kroger, Private Selection (Seleção Própria, em tradução livre).

O processo do Kroger, que foi aberto em menos de duas semanas após a entrada da Lidl nos Estados Unidos, alegou que a semelhança entre suas marcas próprias permitia que o Lidl “possa competir de forma injusta”, levando os consumidores a pensar que as marcas estão associadas entre si, como publicado em uma matéria no dia 11/07 pelo site da SuperVarejo.

O Lidl respondeu, em sua apresentação subsequente, que o processo do Kroger é uma tentativa de sufocar a crescente concorrência no país.


menu
menu