Ipea prevê queda de 1% no PIB da agropecuária neste ano

Ipea prevê queda de 1% no PIB da agropecuária neste ano

O desempenho abaixo das expectativas na lavoura e na pecuária deve contribuir com a queda de 1% no PIB da agropecuária neste ano, de acordo com estimativa divulgada, nesta terça-feira (07/08), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

De acordo com a previsão, a agricultura deve recuar cerca de 0,6%, enquanto a pecuária, 2,5%. Em contrapartida, o segmento “outros” deverá crescer 0,7%.

Conforme divulgou o portal G1, o setor registrou avanço de 2,6% em junho frente a maio, porém o resultado não conseguiu evitar a queda de 1,9% no segundo trimestre, como mostrou o Indicador Ipea de PIB Agropecuário. No mês, o destaque positivo ficou por conta da lavoura, que subiu 2,2%, enquanto a pecuária avançou 1,9% ante maio.

Quando comparado ao mesmo período de 2017, o segundo trimestre fechou em queda de 2,9%, explicada pelo comportamento de dois componentes: lavoura, que recuou 2% e pecuária, que retrocedeu 4,7%.

“Esse desempenho já era esperado desde o início de ano, por conta de uma supersafra em 2017, que foi excepcional. Então, partimos de uma base de comparação alta”, explicou em nota o diretor-adjunto de Estudos e Políticas Macroeconômicas do Ipea, Marco Cavalcanti.

Reflexo da paralisação 

Ainda de acordo com o portal G1, a tendência dos preços agropecuários no segundo trimestre foi de continuidade e acentuação do movimento de alta devido à elevação das demandas externa e interna, adicionalmente à desvalorização do real frente ao dólar e à oferta relativamente mais restrita.

Conforme divulgou o Ipea, os preços agropecuários no segundo trimestre subiram devido à maior demanda, à desvalorização do real e à greve dos caminhoneiros que refletiu no abastecimento e gerou uma demanda represada nos dias seguintes.


menu
menu