Inflação deve ser menor em 2017 e 2018, dizem economistas do mercado

Inflação deve ser menor em 2017 e 2018, dizem economistas do mercado

Os economistas do mercado financeiro novamente reduziram suas estimativas para a inflação de 2017 e 2018. Para chegar a essas informações, o Banco Central (BC) coletou as expectativas de mais de cem instituições financeiras na semana passada, sendo divulgadas por meio do boletim Focus (relatório de mercado) nessa segunda-feira (03/07), segundo informações veiculadas pelo portal G1.

Para o comportamento do Índice Nacional do Consumidor Amplo (IPCA) em 2017, a previsão foi de 3,48% para 3,46%, sendo a quinta queda consecutiva do indicador. Enquanto para 2018, o mercado financeiro prevê queda de 4,30% para 4,25%, quarta redução consecutiva na inflação.

Com o resultado, se mantém a expectativa de que a inflação fique abaixo da meta central (4,5%) para esse ano. Para o próximo ano, o índice permanece abaixo da meta (mesmo valor de 2017) e do teto fixado de 6% para o período.

O Brasil não atinge a meta central da inflação desde 2009, época em que o país ainda sentia os efeitos da crise internacional de forma mais intensa.


menu
menu