Inadimplência de cheques registra menor número desde 2012

Inadimplência de cheques registra menor número desde 2012

O percentual de devoluções de cheques pela segunda vez por insuficiência de fundo no mês de janeiro foi de 1,96% em relação ao total de cheques compensados, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos.

A taxa sofreu queda em relação ao mesmo período de 2017, quando registrou 2,12% de devoluções. Para o mês de janeiro, o percentual foi o menor desde 2012, quando o número era de 1,93%.

No primeiro mês do ano, foram 774.499 cheques devolvidos e 39.550.787 cheques compensados. O mesmo período de 2017 totalizou 917.049 cheques devolvidos e 43.339.051 cheques compensados. 

Na pesquisa por regiões, em janeiro deste ano, o Nordeste foi o líder de devoluções, com 3,50%, enquanto a região Sul teve o menor percentual de devoluções, 1,67%.

Na região Norte, a devolução de cheques em janeiro de 2018 foi de 3,47% do total de cheques compensados, número menor que o registrado no mês anterior (dezembro de 2017), quando o percentual foi de 3,74%, e menor que os 4,54% registrado em janeiro do ano passado. 

No Sudeste, a devolução de cheques em janeiro deste ano foi de 1,69% do total de cheques compensados, maior que a devolução de 1,67% registrada em dezembro de 2017. Em janeiro do ano anterior, a devolução de cheques pela segunda vez por falta de fundos na região havia sido de 1,88% do total de cheques compensados.

E no Centro-Oeste, a devolução no mesmo período foi de 2,47% do total de cheques compensados, menor que a devolução de 2,56% registrada em dezembro do ano passado. Em janeiro de 2017, os cheques devolvidos pela segunda vez por falta de fundos na região havia sido de 2,49% do total de cheques compensados.


menu
menu