Grupo Pão de Açúcar aplica mudanças no alto escalão

Grupo Pão de Açúcar aplica mudanças no alto escalão

O Grupo Pão de Açúcar realizou algumas mudanças no alto comando e no segundo escalão há alguns dias, conforme informações divulgadas pelo portal Valor. Com as reformulações, houve a criação de outra área, integrando os negócios de drogaria, postos de combustível e proximidade, e também fez com que a companhia desfizesse algumas modificações de cargos ocorrida há dois anos.

Ainda de acordo com o Valor, a intenção das mudanças foi “aumentar a sinergia entre áreas” e dar “mais agilidade para a tomada de decisão”. Esse movimento ocorreu depois do anúncio sobre a troca de cargos no grupo, com a saída do até então presidente Ronaldo Iabrudi, substituído por Peter Estermann, CEO da Via Varejo, conforme nota divulgada pela SuperVarejo.

Na última sexta-feira, o Valor Pro havia divulgado que o GPA havia dispensado o diretor comercial, Renato Giarola, que comandava a função há pouco mais de dois anos. Agora, quem passará a ocupar o cargo será o até então diretor de marketing e de gerenciamento de categorias, Jorge Faiçal. Ao assumir o cargo, Faiçal volta a liderar a área que comandou há três anos.

Outra mudança ocorreu no setor de negócio de lojas de proximidade, com a saída do diretor executivo, Johnny Campos, que pediu para deixar o cargo. Quem herdará a posição será Frederic Garcia. O francês atua como diretor da unidade de postos de combustíveis e drogarias. Com a mudança, esta será a primeira vez que o negócio de proximidade passará a ser gerido pelo mesmo responsável de postos e drogarias. Sendo assim, a área passará a ser chamada de “formatos especiais”.

No mês passado já havia sido anunciado que o principal executivo do braço alimentar, e chefe de Campos, Luis Moreno deixaria o cargo e se tornaria consultor do Grupo Pão de Açúcar após do mês de abril.

Além de Campos, Marcos Samaha, também subordinado a Moreno, e diretor de operações de Extra, deixou o grupo em fevereiro. O executivo foi desligado após o encolhimento d Extra dentro do GPA. As funções de Samaha foram incorporadas pelo diretor da rede de hipermercados, Alberto Calvo. Com todas essas mudanças, Marcelo Bazzali, diretor do Pão de Açúcar, é o único que permanece na linha de frente do braço alimentar do grupo.

O Valor também informou que dois executivos que se reportavam a Giarola também saíram. Robson Parreiras foi desligado da função de diretor comercial de perecíveis e Luis Claudio Haas, ex-diretor comercial de FLV.

Já o diretor responsável pela área de mercearia, Samir Jarrouj, foi transferido para liderar o departamento de perfumaria e produtos de higiene e limpeza. O motivo da troca foi após a decisão da empresa de reorganizar as áreas que, anteriormente, eram divididas em mercearia e perecíveis. Agora, serão separados em quadro segmentos.

Números em baixa

Em 2017, de outubro a dezembro, as vendas de Pão de Açúcar e Extra declinaram 5,6% – no ano, a queda foi de 2,9%. Com esta situação, existe uma busca pela retomada de crescimento e, com isso, deve haver uma revisão mais detalhada de custos nos próximos meses dentro desta nova estrutura da organização, afirma o Valor.

O Grupo Pão de Açúcar informou em nota que, “com o objetivo de aumentar a sinergia entre as áreas, dar foco à produtividade e mais agilidade para a retomada de decisão, foi realizado um processo interno de adequação de estrutura do Multivarejo – marcas Extra e Pão de Açúcar.” Além disso, todo o processo levou as mudanças com as trocas de cargos envolvendo Faiçal e Garcia. “Ainda foram realizadas outras alterações em diferentes camadas da área comercial, em um processo de simplificação de estrutura, visando mais velocidade e especialização do time”.


menu
menu