Faturamento dos supermercados cresce 0,63% em SP

Faturamento dos supermercados cresce 0,63% em SP

O faturamento real dos supermercados no estado de São Paulo (deflacionado pelo IPS/FIPE), no conceito de mesmas lojas (que consideram as unidades em operação no tempo mínimo de 12 meses), teve crescimento de 0,63% em fevereiro, em relação ao mesmo mês de 2017 e foi a 2,04% no acumulado dos dois primeiros meses de 2018.

No conceito de todas as lojas, que consideram todas as unidades criadas no período pesquisado, o resultado foi de 1,83% em relação ao mesmo mês de 2017 e chegou a 3,35% no acumulado de 2018.

Após forte crescimento de 3,43% em janeiro , alavancados pelas férias e pelos resquícios do 13º salário, a expectativa para o Carnaval era de crescimento na ordem de 1% em relação ao mesmo período de 2017, porém, a estimativa não se concretizou, conforme explicou o economista da Associação Paulista de Supermercados (APAS), Thiago Berka.

“Os dias de Carnaval e a semana imediatamente anterior tiveram boas vendas (o Carnaval, pode-se dizer, foi de 10 a 15 de fevereiro). Mas houve uma forte desaceleração das vendas nas duas últimas semanas do mês. Isso demonstra que o consumidor ainda não consegue manter um consumo constante, precisando fazer escolhas e opções e direcionando sua renda conforme as necessidades. Em um mês que ainda é de pagamentos de contas sazonais obrigatórias, a desaceleração do consumo foi brusca”, avaliou Berka.

Além disso, os efeitos sazonais de demissão de temporários seguiram frequentes no mês, o que fez elevar novamente a taxa de desemprego, que chegou a 12,6% no país, contrabalançado pelos quase 30 mil empregos formais criados no mês em São Paulo.

Sobre o desempenho por regiões, o interior de São Paulo mais uma vez foi o grande responsável pelas vendas ficarem com saldo positivo no período, chegando a quase 2% de crescimento. Já a região da Grande São Paulo e Campinas tiveram quedas nas vendas em fevereiro.


menu
menu