Exportações de carne bovina brasileira avançam

Exportações de carne bovina brasileira avançam

A forte retomada das exportações brasileiras de carne bovina no terceiro trimestre fez o Brasil se recuperar dos danos sofridos durante a Operação Carne Fraca, deflagrada em março de 2017, pela Polícia Federal. Com o bom desempenho dos embarques em setembro, o volume exportado nos primeiros nove meses registrou avanço de 1,8%. Até agosto, as exportações ainda acumulavam leve queda na comparação com o mesmo período de 2016.

Segundo dados compilados pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec, São Paulo/SP) e divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), os frigoríficos brasileiros exportaram 135,5 mil toneladas de carne bovina (in natura, indústria, miúdos, tripas e salgadas) em setembro, crescimento de 17% ante o mesmo mês do ano passado. Entre janeiro e setembro, os embarques totalizaram 1,061 milhão de toneladas, frente as 1,042 milhão de toneladas dos primeiros nove meses do ano passado.

Em receita, o desempenho já era positivo há mais tempo, graças aos preços mais altos da carne exportada pelos frigoríficos. No mês passado, foram obtidos US$ 556 milhões com as vendas de carne bovina ao exterior, avanço de 17,4% na comparação anual. Dessa forma, o desempenho no acumulado do ano alcançou US$ 4,3 bilhões, 6,6% mais do que no mesmo intervalo do ano passado, segundo a Abiec.

Segundo o sócio de pecuária da Agroconsult, Maurício Nogueira, a tendência é que o ritmo dos embarques siga em alta também no quarto trimestre, resultando no crescimento de 5% nas exportações em 2017. “Os indícios de outubro são positivos. Na primeira semana deste mês, a média diária dos embarques alcançou 5,3 mil toneladas, 25,8% mais que a média de outubro do ano anterior”, afirma.


menu
menu