E-commerce avança 3,4% no segundo trimestre

E-commerce avança 3,4% no segundo trimestre

O comércio eletrônico paulista registrou faturamento real (já descontada a inflação) de R$ 3,765 bilhões no segundo trimestre de 2017, alta de 3,4% ante o mesmo período de 2016, a maior cifra para o período desde o inicio da série histórica em 2013.

No primeiro semestre de 2017, as vendas atingiram quase R$ 7,6 bilhões, aumento de 1,9% em relação ao ano passado. As informações são de uma pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), realizada por meio do seu Conselho de Comércio Eletrônico, em parceria com a Ebit.

A participação do e-commerce nas vendas do varejo paulista no segundo trimestre deste ano ficou estável em 2,5%, quando comparada ao mesmo período do ano passado (2,6%).

O número de pedidos online no estado registrou crescimento de 4,1%, passando de 9,2 milhões para 9,6 milhões, o maior volume registrado para o período na série histórica, iniciada em 2013. No primeiro semestre de 2017, foram mais de 19 milhões de pedidos.

As vendas do setor ao longo dos três meses, no comparativo com o mesmo período do ano anterior, cresceram 4,5% em abril, avançaram 9,2% em maio e recuaram 3,2% em junho, em decorrência do ambiente político instável.

O tíquete médio (faturamento por pedido) registrou queda de 0,7%, passando de R$ 393,51 no segundo trimestre de 2016 para R$ 390,81, observados no mesmo período de 2017.


menu
menu