Cresce interesse de população em programas de fidelidade

Cresce interesse de população em programas de fidelidade

Os programas de fidelidade ainda não caíram nas graças dos brasileiros. Isso porque 68% dos consumidores entrevistados na pesquisa de Opinião dos Consumidores sobre Programas de Fidelidade, realizada pelo Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Continuada (IFEPEC), afirmaram que não participam de nenhum programa desse tipo, apesar de acharem que eles oferecem grandes vantagens.

Porém, o desejo de fazer parte de ações de fidelizações é demonstrado no levantamento, sendo que 92% gostariam ou gostam de participar e 84% acreditam que os programas oferecem grandes vantagens. A pesquisa ainda apontou que a maioria dos consumidores que aderiram a programas compram frequentemente nas empresas onde são cadastrados.

Outro ponto ressaltado é que grande parte da população tem interesse prioritário por programas ligados a supermercados e farmácias. Dos 1.250 consumidores entrevistados, 67% afirmaram preferir os programas em supermercados, enquanto 56% usam do benefício em drogarias. Na sequência, ficaram os grandes magazines com 23%, restaurantes com 17% e companhias aéreas com 15%.

“É interessante observar como os programas de fidelidades, que antes eram relacionados a produtos de um poder aquisitivo maior, agora encontram aceitação de um público mais amplo, tendo grande relevância em estabelecimentos que até então não se preocupavam com esse tipo de ação, como supermercados e farmácias. Reflexo é que observamos um crescimento muito grande no oferecimento desse tipo de ação de fidelização e quem ganha é o consumidor que usufrui de benefícios”, afirma o consultor do IFEPEC, Rodnei Domingues.


menu
menu