Confiança do comércio cresce e atinge maior valor desde 2013

Confiança do comércio cresce e atinge maior valor desde 2013

A confiança do comércio no Brasil registrou crescimento no mês de dezembro e atingiu o maior valor desde 2013, de acordo dados divulgados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) hoje (26/12).

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM) cresceu 5,7 pontos em dezembro, passando de 99,4 para 105,1 pontos, tornando-se assim, o maior valor em cinco anos (105,6). Em médias móveis trimestrais, o indicador avançou 5,5 pontos, pela terceira vez seguida, segundo informações do portal G1.

“A confiança do comércio encerrará em 2019 com alta expressiva no quarto trimestre, sendo essa, a primeira vez desde março de 2017 que o índice ultrapassa os 100 pontos (limite que identifica a transição para níveis elevados de confiança”, afirmou o coordenador da sondagem do comércio da FGV IBRE, Rodolpho Tobler.

“Depois de passar por períodos turbulentos ao longo do ano, como a greve dos caminhoneiros e o período eleitoral, os comerciantes esperam aumento de vendas neste final de ano e têm boas expectativas para o começo de 2019. A sustentação dessa recuperação dependerá da continuidade da melhoria do mercado de trabalho e da redução da incerteza”, complementou ele.

De acordo com o levantamento da FGV, o aumento da confiança esteve presente em 11 dos 13 segmentos do comércio, sendo influenciado pela melhora tanto na percepção dos empresários com relação à situação atual quanto das expectativas em relação aos próximos meses.

Ainda segundo o G1, a terceira alta seguida, o Índice de Situação Atual subiu 4,1 pontos, para 97,4 pontos, registrando o maior valor desde abril de 2014 (99,8 pontos). Já o Índice de Expectativas também marcou o terceiro resultado positivo consecutivo, ao subir 7 pontos e atingir 112,5 pontos, o maior valor desde fevereiro de 2011 (115,9 pontos).

Confiança na construção tem maior nível em 4 anos

O resultado do comércio que acompanha a confiança da construção encerrou este ano com um maior nível em quatro anos, divulgada também nesta quarta-feira. Em comparação ao mês anterior, o Índice de Confiança da Construção (ICST) subiu 0,8 ponto e foi a 85,5 pontos, o maior patamar desde dezembro de 2014.

Os indicadores mostraram melhora na confiança dos consumidores e empresários. Em abril de 2014, a confiança do consumidor brasileiro teve seu maior número, de acordo com o levantamento divulgado pela FGV na semana passada.


menu
menu