Com poucas semanas de operação nos EUA, Lidl é processado pelo Kroger

Com poucas semanas de operação nos EUA, Lidl é processado pelo Kroger

Poucas semanas após a inauguração de suas primeiras lojas nos Estados Unidos, ocorrida em junho, a hard discounter alemã Lidl foi processada pela rede de supermercados americana Kroger por violação de marca registrada. Na ação judicial, o Kroger declarou que a marca própria da Lidl, Preferred Selection (Seleção Preferida, em tradução livre), lembra bastante a sua marca própria, a Private Selection (Seleção Própria, em tradução livre).

O Kroger declarou que a semelhança entre as duas pode gerar confusão entre os consumidores e permite que o Lidl “possa competir de forma injusta”, levando os consumidores a pensarem que elas são associadas entre si, segundo informações do portal norte – americano Bussiness Insider. A ação declarou que o Kroger usa e comercializa sua marca há mais de 20 anos, enquanto o Lidl registrou sua marca própria em setembro do ano passado. “Como resultado direto da conduta ilícita do Lidl, Kroger sofreu e continuará a sofrer lesões irreparáveis”, aponta a declaração judicial.

O Kroger é a maior cadeia supermercadista dos EUA, com aproximadamente 3 mil lojas. Já o Lidl está abrindo 20 unidades no atual verão norte-americano (que vai até setembro), e tem planos para lançar outras novas 80 lojas até o meio do próximo ano. Ambas as redes são esperadas para competir no mercado de forma agressiva em preços, sendo que o Lidl promete oferecer preços até 30% abaixo que os concorrentes.


menu
menu