Cinco dicas para explorar o Dia das Crianças no PDV

Cinco dicas para explorar o Dia das Crianças no PDV

Celebrado nesta sexta-feira, 12 de outubro, o Dia das Crianças deve movimentar o varejo brasileiro. De acordo com estudos da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em todas as capitais, as perspectivas para este ano são positivas, considerando que a maioria dos consumidores (72%) deve ir às compras. A expectativa é de que o varejo movimente cerca de R$ 9,4 bilhões.

De acordo com Ádila Ribeiro Berretella, diretora da Top People, empresa especializada em trade marketing e recrutamento e seleção, o planejamento é essencial para garantir o sucesso das vendas, seja para os estabelecimentos dedicados a artigos para crianças, ou não.

Apesar da proximidade da data, Ádila mostra que é possível oferecer um serviço diferenciado para este público. A seguir, ela enumera cinco dicas importantes:

Apresentação
Quer chamar a atenção? Invista em vitrines bem coloridas e nos itens com mais expectativa de vendas, especialmente os lançamentos. E capriche na organização da loja: os produtos devem estar divididos por idade, sexo e tipos.

Atualização
É preciso atualizar os produtos e, principalmente, pesquisar quais são os mais desejados pelo público infantil. Não caia na armadilha de achar que o item mais vendido será o mesmo do ano anterior.

Atrações
Ter alguma atração dentro ou na porta da loja pode chamar mais a atenção dos clientes e instigará a curiosidade das crianças. Carrinho de pipoca e algodão doce, pintura de rosto, música animada e presença de personagens do universo infantil podem ser um atrativo e tanto.

Atendimento
A equipe deve estar preparada e treinada se o que deseja é oferecer uma experiência de compra positiva. Para tanto, qualificar os profissionais e contratar temporários é essencial e fará toda a diferença.

Estoque
Garanta que os produtos mais desejados da temporada possam ser ofertados até os últimos dias que antecedem a data, quando a procura sempre aumenta. Não adianta ter pessoal treinado, propagandas com descontos, se não estiver preparado para suprir a demanda.


menu
menu