Busca do consumidor por crédito avança 2,9% no primeiro mês do ano

Busca do consumidor por crédito avança 2,9% no primeiro mês do ano

O número de pessoas que buscaram crédito cresceu 2,9% em janeiro de 2019 no comparativo ao último mês do ano passado. Em relação a janeiro de 2018, a alta da procura por crédito em janeiro de 2019 foi de 0,6%, segundo mostram dados do Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito.

Fatores como a estabilidade da taxa de juros e da inflação e a melhora do grau de confiança dos consumidores favoreceram o crescimento de demanda por crédito neste início de ano, conforme indicam as avaliações dos economistas da Serasa Experian.

Na análise por classe de renda pessoal mensal, a procura do consumidor por crédito apresentou variações positivas em todas as faixas de renda em janeiro deste ano, com avanço de 2,6% para quem recebe até R$ 500 por mês; de 3,1% para quem ganha entre R$ 500 e R$ 1.000 mensais; e 2,8% para os que recebem entre R$ 1.000 e R$ 2.000 por mês. Já nas rendas mais altas, os aumentos na procura por crédito no mês foram 2,6% para a faixa de renda entre R$ 2.000 e R$ 5.000 mensais; 2,4% para o consumidor com renda entre R$ 5.000 e R$ 10.000 por mês e de 2,7% para quem ganha mais de R$ 10.000.

Na comparação com o primeiro mês de 2018, a procura do consumidor por crédito registrou variações positivas apenas nas faixas de renda mais baixas. Houve avanço de 3,6% para quem recebe até R$ 500 por mês e de 1,3% para quem ganha entre R$ 500 e R$ 1.000 mensais. Para os que recebem entre R$ 1.000 e R$ 2.000 por mês, o recuo foi de 0,3%; para a faixa de renda entre R$ 2.000 e R$ 5.000 mensais a queda foi de 0,8%; e recuos de 1,1% para o consumidor com renda entre R$ 5.000 e R$ 10.000 por mês e de 1,2% para quem ganha mais de R$ 10.000.

Quanto às diferentes áreas do país, na comparação com dezembro de 2018 houve avanços da demanda por crédito em todas as regiões em janeiro de 2019: no Centro-Oeste (6,0%); Nordeste (2,7%); Norte (1,3%); Sul (4,8%); e no Sudeste (2,0%).

Já em relação a janeiro de 2018, com exceção do Sudeste (-5,3%), os crescimentos da busca do consumidor por crédito foram: no Centro-Oeste (10,8%); Nordeste (8,2%); Norte (6,4%); Sul (2,8%).


menu
menu