Brasil deve se tornar maior produtor de soja do mundo na safra 2018/2019

Brasil deve se tornar maior produtor de soja do mundo na safra 2018/2019

O Brasil pode assumir a liderança como o maior produtor de soja do mundo durante a safra 2018/2019, antes do que se programava, conforme divulgou o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em relatório. Consolidado como grande player de oferta do produto, o país ainda ocupa o segundo lugar, ficando atrás dos Estados Unidos.

Segundo os dados, a coleta brasileira deve ser igual a de 2017/2018, entretanto, o país norte-americano terá uma retração de 2,54%. Os números que diferenciam os países na colocação são mínimos, atualmente 520 mil toneladas separam o Brasil do pódio.

“Já era esperado. Na verdade achávamos no ano passado que poderíamos passar os norte-americanos, mas tivemos a quebra na safra, leve, mas suficiente para ficar atrás”, explicou o analista da AgResource Brasil, Tarso Veloso.

No caso do milho, a redução foi mútua, a baixa da produção dos EUA foi de cinco milhões de toneladas. Já para a safra seguinte, o departamento acredita que o Brasil recupere o potencial das lavouras, atingindo 96 milhões de toneladas, segundo apontam as informações do portal feed&food.

Segundo Veloso, os dados do departamento levam a crer que o status possa ser alcançado pelo Brasil, ainda neste ano. “O USDA disse que produtores dos EUA devem colher 116,5 milhões de toneladas de soja em 2018/2019. A previsão era de 117,34 milhões de toneladas. Se isso se confirmar, o Brasil pode produzir mais já este ano”, apontou.


menu
menu