Alibaba pode se tornar a maior varejista do mundo

Alibaba pode se tornar a maior varejista do mundo

A empresa chinesa Alibaba, em 2022, terá superado a rede supermercadista Walmart, de acordo com um estudo realizado pela consultoria Planet Retail. A Amazon ocupará a terceira colocação, seguida pela JD.com e o grupo Carrefour fechará os cinco primeiros da lista.

Esta recolocação no ranking do varejo deve-se, principalmente, pelas empresas que melhor fazer proveito da base de dados, oferecendo de forma certeira produtos, promoções e serviços que seus clientes procuram.

Este cenário afirma também a onda de parcerias entre varejistas mais tradicionais e as grandes empresas de tecnologia, como a aliança recém-estabelecida entre Carrefour e Google. Nesse ritmo, tudo indica que, nos próximos meses, tais acordos se reforcem, principalmente quando o objetivo for conquistar a liderança do varejo alimentar online.

Com base em uma pesquisa realizada pela McKinsey, empresa líder de consultoria empresarial americana, o gasto adicional de vender produtos alimentares pela internet é de € 4 a € 7 por transação, grande parte por causa dos custos de envio, conforme informou o portal português Grande Consumo.


menu
menu