AEP e Pão de Açúcar são os maiores exportadores de vinho verde para o Brasil

AEP e Pão de Açúcar são os maiores exportadores de vinho verde para o Brasil

A Associação Empresarial de Portugal (AEP) e a cadeia de distribuição Pão de Açúcar se juntaram a fim de promover o vinho verde no mercado brasileiro. A quantidade exportada foi de cerca de 200 mil garrafas de vinho, de 13 produtores nacionais. O valor total foi de € 460 mil (cerca de R$ 2 milhões)

A ação, organizada pela associação portuguesa em parceria com a Opal e a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, constitui a maior exportação registrada de um tipo de vinho para o mercado brasileiro e resulta do esforço desenvolvido no âmbito do projeto de internacionalização “Business On the Way”, junto de importadores, distribuidores e sommeliers brasileiros, segundo informações do portal Grande Consumo.

“Frente ao crescente interesse pelo Vinho Verde no Brasil entendemos ser de interesse do setor vitivinícola português promovermos uma ação em parceria com uma das maiores cadeias de distribuição deste país, o Pão de Açúcar, que tem mais de 2 mil lojas espalhadas pelo Brasil, e que tem uma presença relevante há diversos anos neste mercado”, acrescentou a Associação Empresarial de Portugal.

De acordo com o presidente da AEP, Paulo Nunes de Almeida, cada vez mais os consumidores brasileiros conhecem os vinhos portugueses. Para ele, a carga fiscal elevada penaliza os vinhos portugueses ao Chile e à Argentina, merecendo um empenho maior da associação. “Acreditamos que esta tipologia de ação deve ser replicada no futuro pelo impacto imediato que tem nas vendas dos produtores nacionais e pela motivação que desperta em todos os agentes econômicos”, explica o presidente.

Ainda segundo o site português, essa é a segunda vez que a AEP e o grupo estabelecem a parceria. Em julho de 2016, a cadeia brasileira de distribuição importou mais de 100 mil garrafas de vinho português, de sete regiões vitivinícolas e 19 produtores, num negócio avaliado em cerca de € 300 mil (cerca de 1,3 milhão).


menu
menu