Abilio deixará conselho de administração da BRF

Abilio deixará conselho de administração da BRF

Após cinco anos no comando do conselho de administração da BRF, Abilio Diniz deixará o cargo formalmente nesta quinta-feira (05/04), em reunião extraordinária do colegiado, convocada pelo próprio empresário.

Alvo de críticas por parte dos fundos de pensão do Banco do Brasil (Previ) e da Petrobras (Petros), que o responsabilizavam pelos prejuízos da detentora das marcas Sadia e Perdigão nos últimos dois anos, que somam R$ 1,5 bilhão, Abilio decidiu renunciar ao cargo.

Com a mudança, quem deve assumir é Luiz Fernando Furlan, membro da família fundadora da Sadia. O ex-ministro exercerá interinamente a presidência do conselho até o dia 24 de abril, quando será realizada nova assembleia extraordinária de acionistas, que vai deliberar sobre as alterações no conselho.

Segundo informações do portal Época, no início do mês de março, um dia após a BRF divulgar seu balanço de 2017, onde registrou prejuízo de R$ 1,1 bilhão, Petros e Previ, enviaram carta à companhia de alimentos solicitando a realização de uma assembleia extraordinária e a destituição do atual conselho de administração, comandado por Abilio.

Após o pedido, as duas anunciaram a composição de uma nova chapa com 10 nomes para substituir o atual colegiado, apoiada por empresas minoritárias como a estrangeira Aberdeen e a brasileira JGP.

Procurada pela equipe de reportagem da SuperVarejo, a BRF não quis se manifestar sobre o assunto.


menu
menu