Abate de bovinos registra crescimento de 3,6% no 3º trimestre

Abate de bovinos registra crescimento de 3,6% no 3º trimestre

O volume do abate de bovinos registrou crescimento de 3,6% entre julho e setembro deste ano, quando comparado com o mesmo período do ano passado. Já em relação ao trimestre anterior, a alta foi de 7,2%. Os dados preliminares da Estatística da Produção Pecuária, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostraram que o número de abates chegou a 8,28 milhões de cabeças.

“Vemos que os preços competitivos no mercado externo impulsionaram o abate de bovinos, quando comparamos com o terceiro trimestre do ano passado”, disse o gerente da Pesquisa, Bernardo Viscardi.

ESTATISCAS_IBGE

O trimestre anterior, de acordo com o gerente, apresentou uma recuperação dos efeitos da greve dos caminhoneiros. “Essa paralisação trouxe complicações à logística da cadeia de abate e exportações, o que colaborou para o resultado nessa comparação”, pontuou.

Frangos

De acordo com o portal Feed&Food, o abate de frangos somou 1,42 bilhão de cabeças. Embora tenha crescido 3,4% em relação aos três meses anteriores, houve queda de 4% na comparação anual.

Ovos

Já a produção de ovos de galinha registrou recorde na série histórica da pesquisa, com volume estimado em mais de 911 milhões de dúzias, iniciada em 1987. Frente ao trimestre anterior, houve aumento de 4,3% e, na comparação anual, o crescimento foi de 8%.

Suínos

E o abate de suínos totalizou 11,52 milhões de cabeças, resultado 4,4% maior frente ao mesmo período do ano passado e 6,5% superior ante o trimestre anterior. “A carne suína também vem tendo aumento considerável nas exportações, porém o volume exportado foi menor que no mesmo trimestre de 2017”, finalizou Viscardi.


menu
menu